quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Numa noite de sonhos irreverentes planei até uma praia, para gritar em voz alta o que sentia, para que todos compreendam o que realmento sinto.
O passado reside ainda dentron de mim, e o presente torna esse passado mais proximo e mais real...parece que a minha alma voltou a um vale indesejado!
Olho em meu redor e vejo que não existe nada, nem dentro de mim, para além do pensamento e da escuridão e só assim vou descubrindo o que vai para além de mim...
Sinto-me perdida por entre as ramagens da vida e da morte, por entre sorrisos e lágimas, perdida por entre sonhos destruídos, perdida por ruas onde ninguém me vê!
Acendo uma vela com o meu desejo, para que siga a minha alma até um caminho de luz e felicidade, e depois de tantanto olhar para aquela chama incerta vejo o meu anjo da guarda a segurar-me a mão, anjo que veio para salvar a minha vida, para me aliviar a dor e me guiar num novo caminho.

2 comentários:

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

:) O teu anjo está e estará sempre ao teu lado, contigo sempre e pra sempre, de mão dada e agarradinho a ti