quarta-feira, 24 de março de 2010

Vou viver!


Vou viver
até quando eu não sei
que me importa o que serei
quero é viver

Amanhã, espero sempre um amanhã
e acredito que será
mais um prazer

e a vida é sempre uma curiosidade
que me desperta com a idade
interessa-me o que está para vir
a vida em mim é sempre uma certeza
que nasce da minha riqueza
do meu prazer em descobrir

encontrar, renovar, vou fugir ou repetir

vou viver,
até quando, eu não sei
que me importa o que serei
quero é viver
amanhã, espero sempre um amanhã
eacredito que será mais um prazer...

António Variações

3 comentários:

Quetzal disse...

Uma grande música e uma boa filosofia!

lupussignatus disse...

variações

era

de uma

escala

maior

Anónimo disse...

sem dúvida :)